Versículo

De dentro para fora

Cruz e coração
Ricardo Cirilo
Escrito por Ricardo Cirilo

É engraçado, ao analisar a vida de Paulo antes de depois da sua conversão, como foi grande a sua transformação após seu encontro com Jesus. De perseguidor a pregador, ele foi literalmente do ódio, para o amor. Que transformação espetacular! E o interessante é observar que essa transformação foi de dentro para fora.

Paulo (ou Saulo, antes de sua conversão) vivia um estilo de vida legalista, baseado em regras e preceitos traçados pelos fariseus da época. Paulo (ou Saulo) era fiel a isso. Essa sua fidelidade acabou formando algo no seu exterior: ele tinha uma imagem respeitada. Exemplificando: foi como se esse convívio com o farisaísmo tivesse colocado nele uma roupa bem bonita, cortado o cabelo, feito a barba, e seu exterior ficou bonito. Mas como estava o seu interior?

Movido por sentimentos como o ódio, ele perseguia, prendia e matava os Cristãos. Com esse fato já podemos afirmar que seu interior, seu coração, não era dos melhores…

Aí veio Jesus.

É engraçado analisar como Jesus fez com Paulo, da mesma maneira que ele faz conosco. Ele toca nosso coração, trata com nossas feridas e pecados, arruma nosso interior, para depois arrumar o exterior. Sempre de dentro para fora, precisa ser assim.

Através desses dois versículos, conseguimos ter uma visão da mudança interior de Paulo, através de Jesus.

“Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.” (Gálatas 2:20)

“Mas o que para mim era lucro, passei a considerar perda, por causa de Cristo. Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo” (Filipenses 3:7)

Jesus não se importa em como você anda, como você se veste, como fala, Jesus quer seu coração, pois é dessa maneira que ele faz a transformação!

Que assim como Paulo possamos dizer “ja não sou eu que vivo, mas Cristo vive em mim”.

Deus abençoe.

Sobre o autor

Ricardo Cirilo

Ricardo Cirilo

Cristão, casado, vinte e poucos anos, apaixonado por futebol e descobrindo os prazeres de escrever.

1 comentário

Deixe um comentário