Versículo

A cura do homem da mão ressequida

Bíblia no banco
André
Escrito por André

“E, estava ali um homem que tinha uma das mãos mirrada; e eles, para o acusarem, o interrogaram, dizendo: É lícito curar nos sábados? E ele lhes disse: Qual dentre vós será o homem que tendo uma ovelha, se num sábado ela cair numa cova, não lançará mão dela, e a levantará? Pois, quanto mais vale um homem do que uma ovelha? É, por conseqüência, lícito fazer bem nos sábados.” (Mateus 12:10-12)

Naquela época, os fariseus estavam interpretando a lei de uma maneira que deixaram até mesmo de fazer o bem aos sábados. Isso me lembra também sobre a parábola do bom samaritano, onde os religiosos passam ao lado de um homem necessitado, mas usam justificativas pobres para não ajudá-lo.

Isso também pode acontecer conosco. Do alto do pedestal de nossa santidade, olhamos para o pecador como alguém inferior, como alguém que não merece nossa atenção, cuidado e amor. Isso acontece, com certa frequência, com pessoas muito pobres, homossexuais e viciados que chegam nas igrejas. Muitas vezes essas pessoas são tidas como indignas de estarem nesse “santo lugar”.

Realmente elas são indignas, assim como nós somos muito mais.

O ponto aqui hoje é que devemos fazer o bem para todas as pessoas, tratar todos como iguais, amar a todos e considerar todas as pessoas como mais importantes que nós mesmos. Quando fizermos isso, todo o resto vai perder importância e estaremos verdadeiramente amando a Deus sobre todas as coisas.

Meu desafio para você hoje é esse: expresse um gesto de amor por alguém que está marginalizado. Pode ser uma pessoa necessitada, alguém que está sofrendo ou até mesmo uma pessoa que passou por experiências muito difíceis na vida. Escolha demonstrar amor por uma pessoa hoje.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário