Versículo

A beleza das mulheres

André
Escrito por André

“Não seja o adorno da esposa o que é exterior, como frisado de cabelos, adereços de ouro, aparato de vestuário; seja, porém, o homem interior do coração, unido ao incorruptível trajo de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante de Deus.” (1 Pedro 3:3-4)

Você já percebeu como valorizamos o que é visível? Todas as mulheres querem estar perfeitas e lindas nas fotos das redes sociais, querem parecer felizes e completas. Estão sempre arrumadas e maquiadas, valorizando o melhor ângulo possível.

Na televisão, todas as mulheres são ideais, independente da idade, classe social, raça ou time que torça, todas são perfeitas.

Nos cartazes, na internet, nas revistas, na tv e nos gibis, a beleza externa é valorizada de uma forma desproporcional.

Logo, é estranho falar do interior da pessoa quando, atualmente, valoriza-se tanto o exterior. Mas, fazer o quê, o cristão é estranho quando se compara com o mundo.

Para nós, o que importa, inicialmente, é a beleza interior, o caráter, o comportamento, a santidade. Depois de uma lista de atributos, a beleza exterior aparece. A ordem desta lista, para nós, que não nos conformamos com este século, é diferente.

Logo, o ponto deste post é lembrar a você, mulher, que a sua beleza é composta por muito mais do que a roupa, o sapato, o cabelo e a maquiagem. Antes disso tudo vem o está por dentro.

Você não precisa andar de acordo com as regras e padrões de beleza impostos pelo mundo. Você não é do mundo, você é uma filha de Deus. A beleza exterior deve ser levada em consideração, mas só depois das outras coisas.

Só para ser um pouco ácido, aqui no final, o que quero dizer é que não adianta entrar linda e perfumada no culto de domingo se, na verdade, por dentro você está toda quebrada e cheia de falhas. É melhor estar chorando, de joelhos, clamando pela misericórdia e pelo agir de Deus na sua vida sem se importar se seu cabelo vai ficar desarrumado ou não. Isso vai ter muito mais valor do que a sua beleza exterior.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

2 Comentários

Deixe um comentário

Quer saber antes de todo mundo o que acontece no JC na Veia?
Assine nossa newsletter
Essa é uma lista exclusiva, poucas pessoas permanecem nela e oferecemos o melhor para nossos assinantes, conteúdo exclusivo e novidades em primeira mão.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
close-link