A consagração de Ester

Mulher em oração

“Ora, quando chegou a vez de Ester, filha de Abiail, tio de mardoqueu, que a tomara por sua filha, para ir ao rei, coisa nenhuma pediu senão o que indicou Hegai, eunuco do rei, guarda das mulheres. Mas Ester alcançava graça aos olhos de todos quantos a viam.” (Ester 2:15)

Ester era órfã, estrangeira e de um povo escravizado. Ela tinha todos os motivos para ser rebelde. Mas, contrariando as estatísticas, ela nos dá uma aula de obediência.

Ler mais

Você conhece Laura Morena?

Laura Morena

Laura Morena é uma fofa – #hebefeelings. Ela canta bem, toca bem, é bonita, as músicas são bem produzidas e é fotogênica. Tem tudo o que se pode pedir de uma pessoa fofa.

É paulistana e cresceu em meio à música, sempre cantando em grupos ou corais. Formou-se em letras e em música, lecionando durante um tempo. Hoje mora com o esposo nos EUA.

Em 2010 lançou seu primeiro disco solo, intitulado “Manhã”. Em 2015 lançou o DVD “Mais Perto”, que teve uma repercussão muito grande. Os dois foram lançados pela gravadora Novo Tempo, que sempre tem títulos muito bons.

A música dela é calma, tranquila e sempre com uma produção extremamente bem trabalhada. Vai agradar quem gosta de Aline Barros e cantoras similares, daquelas que gritam no meio da música, tentando estourar as cordas vocais.

Brincadeiras à parte, a música dela é muito boa, e só estou falando sobre seu trabalho pois gostei do que ouvi. Um dos destaques é a música “Para o mundo Te conhecer”, onde ela mostra versatilidade e uma potência vocal invejável.

Se quer conhecer mais sobre Laura Morena, visite estes links:

  • Facebook: Propaganda, fotos e mais;
  • Tumblr: Fotos pessoas, lugares e viagens dela;
  • Blog: Textos sobre arte em geral;
  • Twitter: basicamente propaganda;
  • Instagram: Fotinhas dela e da família, muito legal;
  • Google Play: As músicas dela em reais;
  • iTunes: As músicas dela em dólares;
  • Spotify: As músicas dela, de graça.

Paz.

Mulheres são fracas!

“Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações.” (1 Pedro 3:7)

Quando você estuda, mesmo que apenas superficialmente, o movimento feminista e a sua história, percebe alguns aspectos prejudiciais em algo que deveria ser bom.

Ler mais