Música

Você conhece Alex Zurdo?

Haters gonna hate, mas hoje quero mostrar um pouco mais sobre meus gostos musicais não convencionais, e apresentar para vocês o cantor Alex Zurdo.

Alexis Vélez Alberio, que é mais conhecido como Alex Zurdo é um cantor cristão nascido na pequena cidade de Trujillo Alto, em Porto Rico. Casado e com dois lindos filhos, antes de sua conversão tinha aspirações e alguns trabalhos na música secular.

Aos 19 anos começou a frequentar uma igreja cristã e, logo após, pela insistência do pai, participou de um retiro espiritual, onde converteu-se verdadeiramente. Esse retiro, segundo o próprio cantor, foi uma mudança de vida radical para ele.

Em 2004 lançou seu primeiro álbum cristão “Con proposito”. Após isso lançou mais 6 discos, sendo o último em 2017, chamado “Nada es mio”. Na sua trajetória constam algumas marcas importantes, como o álbum de música latina mais vendido na Amazon e o terceiro mais vendido na iTunes com o lançamento de “Mañana”.

Se a dúvida é em relação ao que ele canta, segue um trecho de uma de suas músicas mais famosas:

“Que paso la vida buscándote y adorándote, que paso la vida diciendo que nadie es como tu. Quien me da esa luz, solo tu Jesús, sin ti nada puedo hacer.”

Se quiser conhecer um pouco mais sobre ele, clique nos links abaixo:

  • Site oficial: fotos, vídeos e um compilado das principais redes sociais;
  • Youtube: clipes e vídeos musicais;
  • Facebook: uma aula de como um cantor da atualidade deve estar nas redes sociais;
  • Twitter: algumas coisas repetidas em relação ao facebook, mas também tem muita coisa legal, até uma foto com o senhor barriga;
  • Instagram: o mesmo que ele tem em outras redes sociais;
  • Spotify: dá pra ouvir tudo o que ele já lançou, de graça;

E aí, já conhecia o trabalho de Alex Zurdo? Tem alguma indicação para fazer para nós? Então comente abaixo.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário