Tempo para perseverar

Pense em um momento muito difícil de sua vida. Agora pense no melhor momento da sua vida. Qual dos dois você escolheria viver de novo várias vezes?

Acredito que a maioria de nós escolheria viver diversas vezes os melhores momentos da vida. É muito mais fácil e prazeroso.

Quando as coisas estão bem, quando estamos com saúde e felizes, é muito mais fácil caminhar com Deus. Nós somos abençoados, estamos felizes e as coisas estão acontecendo exatamente como nós gostaríamos que fossem.

Por outro lado, quando as coisas não estão tão bem, quando estamos enfrentando problemas e dificuldades, permanecer firme no Senhor começa a parecer mais desafiador.

O povo de Israel, em sua jornada do Egito à terra prometida passou exatamente pela mesma situação. Enquanto as coisas estavam bem, eles permaneciam fiéis e alegres. Quando as coisas começavam a ficar diferente do que eles esperavam, eles deixavam de perseverar.

O SENHOR os alertou sobre isso:

“Não fareis para vós ídolos, nem vos levantareis imagem de escultura, nem estátua, nem poreis pedra figurada na vossa terra, para inclinar-vos a ela; porque eu sou o SENHOR vosso Deus. Guardareis os meus sábados, e reverenciareis o meu santuário. Eu sou o Senhor. Se andardes nos meus estatutos, e guardardes os meus mandamentos, e os cumprirdes, Então eu vos darei as chuvas a seu tempo; e a terra dará a sua colheita, e a árvore do campo dará o seu fruto; E a debulha se vos chegará à vindima, e a vindima se chegará à sementeira; e comereis o vosso pão a fartar, e habitareis seguros na vossa terra. Também darei paz na terra, e dormireis seguros, e não haverá quem vos espante; e farei cessar os animais nocivos da terra, e pela vossa terra não passará espada. E perseguireis os vossos inimigos, e cairão à espada diante de vós.
Cinco de vós perseguirão a um cento deles, e cem de vós perseguirão a dez mil; e os vossos inimigos cairão à espada diante de vós. E para vós olharei, e vos farei frutificar, e vos multiplicarei, e confirmarei a minha aliança convosco. E comereis da colheita velha, há muito tempo guardada, e tirareis fora a velha por causa da nova. E porei o meu tabernáculo no meio de vós, e a minha alma de vós não se enfadará. E andarei no meio de vós, e eu vos serei por Deus, e vós me sereis por povo. Eu sou o Senhor vosso Deus, que vos tirei da terra dos egípcios, para que não fôsseis seus escravos; e quebrei os timões do vosso jugo, e vos fiz andar eretos.” (Levítico 26:1-13)

A exata mesma mensagem vale para nós até hoje, vamos destacar alguns pontos:

“Não fareis para vós ídolos”: Não podemos ter nada que tenha mais prioridade em nossas vidas do que o SENHOR. O nosso emprego não pode ser mais importante, a nossa família, o nosso dinheiro, nada em nossas vidas pode ser mais importante do que Deus. Apenas esse trecho já deveria mudar tudo para nós.

“Nem vos levantareis imagem de escultura”: Nada pode estar entre nós e Deus no sentido de ser um intermediário. Nós temos acesso direto ao SENHOR, não precisamos de intermediários pois o preço já foi pago por Cristo, ele é o nosso caminho aberto para Deus.

“Guardareis os meus sábados”: o dia do sábado para alguns ainda é guardado exatamente como no Velho Testamento. Na minha opinião, independente de você fazer isso ou não, o conceito de ter um dia separado para o SENHOR ainda é válido. Todos nós devemos ter o nosso devocional diário, ou um dia para adorar a Deus com a congregação, sem que nada nos atrapalhe, sem que nada seja mais importante que isso. O princípio de separar um dia para o SENHOR é importante para todos nós. Certamente cada um fará isso ao seu modo, a questão é que o princípio de separar um tempo da nossas vidas exclusivamente para Deus parece ser prudente.

“Reverenciareis o meu santuário”: Hoje entendemos que nós somos o templo do SENHOR e temos o Espírito Santo habitando em nós. Não podemos negligenciar essa verdade nem nos esquecer disso.

“Andar nos meus estatutos, e guardar os meus mandamentos, e os cumprirdes”: No novo testamento temos o resumo da lei, onde Jesus nos diz que tudo o que precisamos é amar a Deus acima de todas as coisas e ao nosso próximo como a nós mesmos. Se fizermos isso, simplesmente perseverarmos em fazer o que Ele nos pede, então teremos tudo o que Deus fala a partir do versículo 4.

Do verso 4 em diante Deus começa a falar sobre todo o bem que faria ao seu povo se eles guardassem os seus mandamentos. São diversas promessas de benção, paz, fartura e vitória. Leia novamente este texto entre os versos 4 e 13 e veja quantos são os benefícios que Deus reserva para os que perseveram.

Logo, o meu questionamento é: será que não é justamente nos tempos de dificuldades, como os que estamos vivendo agora em 2020, que devemos nos firmar ainda mais no SENHOR, perseverando em guardar os seus mandamentos para que alcancemos todas estas promessas?

Para mim a resposta é clara: vivemos num tempo onde o que mais precisamos é perseverar em Deus, fazendo a Sua vontade, vivendo os Seus princípios e andando como Ele nos chamou para andar. Se assim fizermos, certamente seremos vitoriosos. É nos tempos de dificuldades que mais devemos nos aproximar de Deus.

Em qual área de sua vida você tem vacilado ao invés de perseverar? Persevere! Seja forte no SENHOR!

Paz.

Deixe um comentário