Mensagem

Filhos pequenos x culto

Os melhores versículos sobre caridade
Tatiane Maldonado
Escrito por Tatiane Maldonado
A maternidade é um sonho que muitas mulheres têm, ser mãe realmente é algo inexplicável. Temos um filho de 7 anos e uma filha de 3. Graças a Deus, em nosso ministério, temos o privilégio de contar com várias equipes que ensinam a palavra de Cristo para nossas crianças. Nós também fazemos parte desta equipe, mas, para contrariar, especialidade das crianças, nosso menino está na fase do “eu não quero ficar na salinha”. 😢

Hoje vou falar da nossa atitude com o primogênito, acompanhe o blog para ver nosso posicionamento com a pequena.

Nosso filho no culto

Certo dia ele surtou, disse que não queria ficar no ministério infantil, reclamou de A até Z, argumentou, se justificou e chorou para não ficar.

Foi então que, em milésimos de segundos, me lembrei: na minha época não tinha salinha, o que eu aprendia no culto?

Sou de um tempo em que as crianças sentavam ao lado dos pais, levavam bíblias, hoje classificadas como de adulto, e ouviam o pastor ministrar.

Foi então que eu e meu esposo fizemos um combinado com o nosso filho: ele ficaria no culto, levaria a Bíblia e o caderno de estudo, que até então ele só usava em casa, e participaria de todos os momentos do culto, mas principalmente a hora da ministração da palavra. Combinamos que ele leria e anotaria as passagens bíblicas que fossem ministradas.

O resultado

E assim vem sendo, em pouco tempo tenho observado que ele está conseguindo achar os livros da bíblia e já sabe a diferença entre capítulo e versículo. Está começando a assimilar o que lemos com ele em casa com o que é falado no culto, participa do louvor e da oração final, enfim, está aprendendo.

Talvez você questione: “mas ele é muito pequeno, tem que estar com as outras crianças, tem que ouvir a palavra específica para a idade dele!”.

Sim, seu questionamento está super certo, mas será que insistir para ele ficar em um ambiente que ele não está participando eu estaria certa? Será que simplesmente “derramar” ele na sala das crianças para que eu e meu esposo consigamos “assistir o culto em paz” é um comportamento correto?

Acredito que a criança tem o direito e a liberdade de demonstrar o que sente e o que pensa. Nós pais temos o dever de mostrar para eles como é bom estar no culto, louvar, ofertar, orar e principalmente ouvir a palavra de Deus. Afinal, o exemplo é o que motiva nossos filhos.

Vejo meu pai orar, vou fazer igual, vejo minha mãe cantar, opa… Vou aprender aquele louvor pra cantar também. Foi assim no ministério de Cristo aqui, porque com nossos filhos não daria certo?

Faça com que a criança esteja no melhor lugar para ela cultuar a Cristo. Se for no ministério infantil ótimo, se for no culto ótimo também!

“Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Provérbios 22:6)

“E o menino Samuel ia crescendo em estatura e em graça diante do Senhor, como também diante dos homens.” (1 Samuel 2:26)

Bom culto!

Sobre o autor

Tatiane Maldonado

Tatiane Maldonado

Tatiane Maldonado é casada com o editor do site, por isso ela pode escrever o que quiser por aqui. Mãe de dois filhos, esposa dedicada e corretora de seguros nos escassos momentos que lhe sobram.

Gosta de seriados de meninas, ouve as ministrações da Helena Tanure e curte músicas mais calminhas.

Deixe um comentário