Estudo de Eclesiastes 12

Chegamos ao final de mais um estudo bíblico. Vamos ver hoje o último capítulo do livro de Eclesiastes!

Vimos, ao longo deste livro, toda a construção do pensamento do pregador, suas angústias, reflexões profundas e, nos últimos capítulos, começamos a entender algumas de suas conclusões.

Aqui no capítulo 12, temos as suas conclusões finais:

  • Busque ao Senhor enquanto é jovem
  • Tudo é vaidade
  • Tema ao Senhor

Buscar o Senhor

A primeira conclusão é de que devemos buscar ao Senhor enquanto é possível. O pregador fala aqui que chegará um tempo onde não teremos mais disposição e os problemas de nossas vidas serão pesados demais para nós. Este é um dos textos mais conhecidos do livro de Eclesiastes:

“Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;”

Eclesiastes 12:1

Então ele passa a descrever, de maneira alegórica, os dias onde as doenças chegam e os problemas da idade avançada aparecem. Porém, ao mesmo tempo, ele nos diz:

“Antes que se rompa o cordão de prata, e se quebre o copo de ouro, e se despedace o cântaro junto à fonte, e se quebre a roda junto ao poço, E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.”

Eclesiastes 12:6,7

Ou seja, busque ao Senhor antes que o fim chegue. Outro texto da Palavra que diz a mesma coisa é o de Isaías:

“Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.”

Isaías 55:6,7

O fato é que, de acordo com o que o próprio pregador nos ensinou, não sabemos o dia de amanhã. Não sabemos quando as dores da vida nos atingirão, não sabemos quando voltaremos ao pó da terra. Este apelo de “lembrar-se do criador nos dias mocidade” é válido para qualquer pessoa que ainda não se converteu dos seus maus caminhos.

Em minha opinião o pregador está nos dando aqui um senso de urgência sobre a importância de buscar ao Senhor. Antes que venham os dias maus, antes que a velhice chegue, antes que nosso tempo se encerre.

Além disso, não podemos deixar de notar como se torna interessante o que Jesus disse:

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.”

Mateus 11:28-30

Ou seja, mesmo que você esteja cansado, mesmo que o dia mau já tenha vindo, a melhor opção continua sendo o Senhor. Ele é o único que pode aliviar o fardo que carregamos.

Tudo é vaidade

No versículo vemos, mais uma vez, um dos principais temas do livro aparecendo:

“Vaidade de vaidades, diz o pregador, tudo é vaidade.”

Eclesiastes 12:8

Dentre as conclusões finais do pregador, ele mantém sua opinião de que todas as coisas aqui, debaixo do sol, são passageiras e não devemos nos apegar a elas. Um dos grandes recados, como temos visto ao longo deste livro, é o de que existe uma diferença muito grande entre o agora e o depois, entre esta vida e a eternidade.

As coisas que fazemos nesta vida são passageiras, não devemos nos apegar a elas, não devemos considerá-las como sendo de grande valor. Tudo o que acontece debaixo do sol, é vaidade.

Essa conclusão do pregador está muito conectada com o que Jesus vai nos ensinar nos evangelhos, por exemplo, na parábola do tesouro escondido. Quando encontramos o Reino, percebemos que ele vale muito mais do que tudo o que temos de vaidade debaixo do sol.

Na perspectiva terrena, entender que tudo é vaidade parece ser algo duro. Quando colocamos o Reino nessa perspectiva, tudo o que acontece conosco se torna muito pequeno.

Teme ao Senhor

Por fim, o pregador vai nos dizer que devemos temer ao Senhor e guardar os seus mandamentos. Essa é a conclusão final do livro de Eclesiastes:

“De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.”

Eclesiastes 12:13,14

Todas as reflexões do pregador durante o livro de Eclesiastes, desde as perguntas mais duras até os momentos de maior desespero, apontam para esta conclusão.

Então, o grande apelo que temos aqui no livro de Eclesiastes é este: teme ao Senhor, guarda os mandamentos e não considere as coisas debaixo do sol como tendo mais valor que o Reino.

Com isso, chegamos ao fim do estudo de Eclesiastes. Se você ainda tem alguma dúvida, se você ainda quer comentar algo, basta deixar o seu comentário.

8 comentários em “Estudo de Eclesiastes 12”

    • Olá Sonia, tudo bem? O livro de Eclesiastes tem apenas 12 capítulos, não tem 15. Acho que não entendi como posso ajudar.

      Obrigado.

      Responder
  1. Muito obrigada por esse estudo! Eu estava com dificuldade de entender o começo do capítulo, mas este estudo me ajudou a entender o contexto. Deus te abençoe :)

    Responder

Deixe um comentário