Mensagem

A Mais Bela Igreja

Assim as igrejas eram confirmadas na fé, e dia a dia cresciam em número” (Atos 16:5).

“A igreja não é um lugar e sim uma pessoa; não um aprisco e sim um rebanho; não um edifício sagrado e sim uma reunião de pessoas que crêem. A igreja somos nós que oramos, não onde nós oramos. Uma estrutura de tijolos ou mármore não é, para uma igreja, mais do que uma roupa de tecido ou cetim para uma pessoa. Não há nada sagrado neste mundo a não ser o homem, nenhum santuário de Deus a não ser a alma.”

Nós somos a igreja do Senhor, o canal de bênçãos para todos os que estão perdidos, aflitos, sem fé ou esperança, sem amor e sem uma razão de viver. Fomos escolhidos e enviados pelo Senhor Jesus para semear a Sua Palavra, para levar conforto e paz, para mostrar que nem tudo está perdido e que Deus sempre está de braços abertos para socorrer e abençoar.

A palavra que proclamamos tem poder, a oração que fazemos pode transformar vidas e lares, pode mudar uma situação, pode iluminar uma cidade às escuras. A presença do filho de Deus em um lugar faz toda a diferença. Os holofotes enganosos do mundo são apagados e em seu lugar se acende o brilho da presença de Deus.

Às vezes nos preocupamos em construir edifícios suntuosos, paredes de pedras, interiores de granito e tudo o mais que, julgamos, farão de nossa “igreja” um lugar de grande beleza e atrativo. Mas o que precisa ser bonita é a verdadeira igreja: a que está no interior, de joelhos, cantando e louvando, orando pelo bem das pessoas e de toda a nação. A igreja mais bela que podemos ter é um povo santo, de mãos limpas, coração puro, com muito amor pelos que estão ao redor.

Você se vangloria de pertencer a uma igreja bonita ou glorifica a Deus por Ele lhe fazer uma bela e abençoada igreja?

Autor: Pr. Paulo Roberto Barbosa
Recebido por e-mail, fonte original desconhecida.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário