Estudo de Gênesis – Capítulo 36

O capítulo 36 apresenta as gerações de Esaú, vamos entender o que conseguimos aprender com este capítulo. É um capítulo mais simples, mas que ainda guarda ensinamentos para nós.

Em Gênesis 36 vemos os seguintes assuntos serem abordados:

  • Esaú e Jacó se separam (1 a 8)
  • As gerações de Esaú (9 a 30)
  • Os reis de Edom (31 a 43)

Vamos analisar alguns destes pontos.

VÍDEO DO ESTUDO DE GÊNESIS 36

A comparação Israel e Edom

É interessante fazer a comparação entre Edom e Israel: Israel, em pouco tempo passaria por uma grande fome e se tornaria escrava no Egito. Enquanto isso, Edom prosperava, como lemos nesse capítulo da geração de Esaú.

Ao refletir sobre o assunto, Matthew Henry diz:

“Os filhos deste mundo costumam ter tudo em suas mãos; porém sem qualquer esperança …, entquanto os filhos de Deus possuem toda a esperança, e nem sempre possuem muitos recursos em suas mãos.”

Matthew Henry, Comentário bíblico de Matthew Henry

Não podemos nos comparar com o mundo, com a prosperidade ou com a vida do ímpio. Sempre vão existir pessoas com muita riqueza, mesmo sem serem cristãs. Assim como também vão existir muitas pessoas cristãs com as mesmas condições. Nosso modelo não pode ser o mundo, nossa comparação não pode ser com o mundo.

Se o povo de Israel se comparasse com Edom, dependendo do momento que estavam vivendo, poderiam realmente pensar que Edom era um povo mais próspero. A questão é que, apesar da possível prosperidade deles, eles não tinham as promessas de Deus sobre a vida deles.

O cumprimento das promessas

Nesse capítulo também vemos que Esaú sai de Canaã, por conta dele e de seu irmão estarem com muito gado, fazendo com que a permanência dos dois no mesmo lugar não fosse tão simples.

Com isso, a terra prometida fica para Israel, conforme Deus havia prometido. Mais para frente Davi derrota Edom, conforme a promessa de Deus feita a Rebeca:

“Também Davi ganhou nome, voltando ele de ferir os siros no vale do Sal, a saber, a dezoito mil. E pôs guarnições em Edom, em todo o Edom pôs guarnições, e todos os edomitas ficaram por servos de Davi; e o Senhor ajudava a Davi por onde quer que ia.”

2 Samuel 8:13,14

Com isso aprendemos que as promessas de Deus podem até demorar para se cumprir, mas elas se cumprem. Também aprendemos que algumas promessas vão se cumprir nas nossas famílias, mas pode ser que nós mesmos não vejamos. Isso nos ensina sobre um plano maior de Deus, que não se limita ao tempo que temos aqui na Terra.

Os planos de Deus são maiores que os nossos. Podemos confiar nesse Deus maravilhoso.

❗ Você sabia? ❗


Existem formas de você aprender ainda mais sobre a palavra:

Deixe um comentário