Estudo de Gênesis 9

O capítulo 9 de Gênesis finaliza a história de Noé, falando sobre a aliança de Deus com ele e também sobre sua geração.

O capítulo traz os seguintes assuntos:

  • A benção de Deus (1 a 3)
  • O ordem de Deus (4 a 7)
  • A aliança com Noé (8 a 17)
  • Noé e seus filhos (18 a 29)

Veremos alguns pontos de destaque deste capítulo.

A benção de Deus

O capítulo começa com a benção de Deus sobre Noé e sua família:

“E abençoou Deus a Noé e a seus filhos e disse-lhes: frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra.”

Gênesis 9:1

Note como esta é a mesma benção com que Deus abençoou Adão e Eva:

“E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.”

Gênesis 1:28

A ideia sempre foi formar uma família, que essa família multiplicasse e enchesse a terra. Vemos a mesma ideia com Cristo:

“Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!”

Mateus 28:19,20

A diferença é que, em Cristo, ao invés de gerar apenas filhos naturais, também podemos aumentar a nossa família espiritual, trazendo pessoas dos mais diversos lugares para Cristo. O povo que Deus sempre tentou formar é, hoje, a igreja. A promessa se cumpriu com Cristo morrendo na Cruz para formar de todos os povos, um só.

O chamado de multiplicar este povo ainda é válido para nós. Precisamos fazer a nossa parte, formando discípulos, cumprindo o chamado de multiplicar que Deus deu para Adão, para Noé e dá para nós através de Jesus.

Eu sei que o paralelo não é perfeito, uma vez que as palavras usadas, o povo destinatário e o contexto eram completamente diferentes. Porém, é o meu entendimento. Sem nenhum problema se você não enxerga da mesma maneira.

A aliança com Noé

Após isso vemos a aliança que Deus faz com Noé:

“E eu convosco estabeleço o meu concerto, que não será mais destruída toda carne pelas águas do dilúvio e que não haverá mais dilúvio para destruir a terra. E disse Deus: Este é o sinal do concerto que ponho entre mim e vós e entre toda alma vivente, que está convosco, por gerações eternas. O meu arco tenho posto na nuvem; este será por sinal do concerto entre mim e a terra.”

Gênesis 9:11-13

Deus faz algumas alianças com o seu povo ao longo da Palavra. Esta é a primeira dela e nos diz que Deus nunca mais destruirá a terra através da água. As outras são as seguintes:

  • Aliança Abraâmica (Gn 17:7)
  • Aliança sacedortal (Nm 25:10-13)
  • Aliança Davídica (2 Sm 23:5)
  • Nova aliança (Jr 32:40)

Temos segurança em Deus, Ele nos ama e vivemos um tempo de grande misericórdia do Senhor.

Noé e seus filhos

Vemos então que Noé se embriaga:

“E começou Noé a ser lavrador da terra e plantou uma vinha. E bebeu do vinho e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda. E viu Cam, o pai de Canaã, a nudez de seu pai e fê-lo saber a ambos seus irmãos, fora.”

Gênesis 9:20-22

Noé, plantando uvas, acaba se embriagando com Vinho. Este homem que, nas palavras de Matthew Henry, “se manteve sóbrio quando em companhia de homens embriagados, nesta passagem encontra-se embriagado em meio a homens sóbrios”. É um lembrete para nós, de que devemos sempre vigiar, independente do momento que estamos vivendo.

Não conseguimos saber, apenas pelo texto, qual foi o erro de Cam aqui, mas podemos fazer algumas interpretações. Na minha opinião, o erro dele foi o de ridicularizar o pai para os irmãos ao invés de ter o cuidado de guardar para si a vergonha do pai e protegê-lo, como fizeram Sem e Jafé. A consequência desse descuido de Cam com seu pai é clara no texto.

Aprendo aqui que devemos sempre tomar cuidado também com as pessoas que erram. Ao invés de apontarmos o dedo, fofocar ou ridicularizar estas pessoas, devemos amá-las. Não é fácil pensarmos dessa forma, mas está totalmente relacionado com o que Cristo nos pede:

“E o segundo, semelhante a este, é:Amarás o teu próximo como a ti mesmo.”

Mateus 22:39

Como nós gostaríamos que esse amor se manifestasse num erro nosso? Como fez Cam, ou como fizeram Jafé e Sem que, com todo o cuidado, protegeram seu pai e cuidaram dele num momento de fraqueza?

Muitas vezes deixamos de lembrar que, por trás do pecado existe um pecador, uma pessoa que precisa de cuidado e amor. Não estou dizendo que vamos concordar com o pecado, que vamos passar a mão na cabeça e aceitar como algo normal, estou apenas dizendo que não podemos nos esquecer que todos nós somos falhos e merecemos um tratamento em amor para nossas falhas.

Desafio do capítulo

Neste capítulo o seu desafio é comentar qual aspecto da vida de Noé mais lhe ensinou.

Faça parte de nossa comunidade no Telegram e receba conteúdo exclusivo antes de todo mundo!

Deixe um comentário