Estudo de Gênesis 30

No capítulo 30 de Gênesis vemos o nascimento dos filhos de Jacó e como ele enriquece ainda morando com Labão.

O capítulo apresenta os seguintes acontecimentos:

  • A proposta de Raquel (1 a 4)
  • Bila dá dois filhos a Jacó (5 a 8)
  • Zilpa dá dois filhos a Jacó (9 a 13)
  • Issacar, Zebulom e Diná (14 a 21)
  • O nascimento de José (22 a 24)
  • A proposta de Jacó para Labão (25 a 34)
  • Jacó enriquece (35 a 43)

Estudaremos, como de costume, alguns deles.

VÍDEO DO ESTUDO DE GÊNESIS 30

A proposta de Raquel

Logo no início do capítulo vemos a proposta que Raquel faz para seu marido:

“Vendo, pois, Raquel que não dava filhos a Jacó, teve Raquel inveja de sua irmã e disse a Jacó: Dá-me filhos, senão morro. Então, se acendeu a ira de Jacó contra Raquel e disse: Estou eu no lugar de Deus, que te impediu o fruto de teu ventre? E ela disse: Eis aqui minha serva Bila; entra a ela, para que tenha filhos sobre os meus joelhos, e eu assim receba filhos por ela.”

Gênesis 30:1-3

O desespero dela para ter um filho, para se sentir uma mulher completa, que estava, segundo os conceitos daquela cultura, cumprindo o seu papel, era tão grande, que ela resolveu apelar para a maternidade por subrogração, como Sara havia feito. Essa, como vimos anteriormente, era para eles uma forma legítima de uma mulher estéril ter filhos.

Ao invés de procurar Deus em oração, como fez Ana, mãe do profeta Samuel, ela recorreu a meios terrenos para resolver sua dor. Raquel, sem confiar no Senhor, tenta resolver com a força do próprio braço.

Isso é o que nós fazemos quando não esperamos pelo agir do Senhor ou quando não colocamos em Suas mãos uma situação de nossas vidas. Todas as nossas dores, todos os nossos anseios e preocupações precisam ser entregues, primeiramente, ao Senhor. Tentar resolver as coisas sem que, primeiramente, busquemos a direção de Deus é um perigo para nós mesmos.

O nascimento de José

Nesse capítulo vemos ainda o nascimento de José, personagem que será muito importante nos próximos capítulos:

“E lembrou-se Deus de Raquel, e Deus a ouviu, e abriu a sua madre. E ela concebeu, e teve um filho, e disse: Tirou-me Deus a minha vergonha. E chamou o seu nome José, dizendo: O Senhor me acrescente outro filho.”

Gênesis 30:22-24

Ele foi o único filho de Jacó com Raquel, por isso a inclinação de Jacó para esse filho é nítida. José é a pessoa que será foco do livro de Gênesis e que sofrerá as consequências da inveja de seus irmãos por conta de seu pai amá-lo de maneira diferenciada.

José recebe de seu pai uma túnica colorida, é quase assassinado por seus irmãos, vendido como escravo para os ismaelitas, parentes que, nesse momento da história já não eram tão próximos. Vai para o Egito, acaba na casa de Potifar onde tem reconhecimento, mas é perseguido por um crime que não cometeu. Acaba preso, é resgatado da prisão após interpretar um sonho, torna-se líder no Egito e acaba por salvar a sua família de uma fome intensa que atinge a região.

Conhecer bem a história desse personagem é importante para compreendermos bem a Palavra.

Jacó enriquece

Vemos também que Jacó enriquece:

“E cresceu o varão em grande maneira; e teve muitos rebanhos, e servas, e servos, e camelos, e jumentos.”

Gênesis 30:43

Vemos que, para isso acontecer, Jacó ficou com a parte menos desejada do rebanho, sem saber se aqueles que nasceriam seriam malhados ou não, uma vez que ele não poderia controlar isso. Apesar da estratégia que ele usou para aumentar as chances de que o rebanho nascesse malhado, nada garantia sucesso nessa empreitada.

Não era ele quem controlava que tipo de rebanho nasceria, ele não poderia fazer nada além do que já fazia todos dias: fazer bem o seu trabalho. Ao depender totalmente do Senhor ele coloca Deus no negócio e, quando Deus vai na frente, as coisas não podem dar errado.

O resultado disso é que Deus o abençoa grandemente, e ele acaba enriquecendo muito, pois quase todo o gado que nascia era o que, pelo acordo, seria de Jacó.

O mundo pode até não entender o que acontece, mas nós sabemos que Deus pode fazer qualquer coisa e que não existe situação complicada demais para Ele. O ensinamento aqui é que precisamos sempre depender de Deus, confiando totalmente na Sua provisão.

Paz.

❗ Você sabia? ❗


Existem formas de você aprender ainda mais sobre a palavra:

Deixe um comentário