Estudo de 2 Tessalonicenses – Capítulo 3

O capítulo 3 de 2 Tessalonicenses é o capítulo que finaliza esta pequena carta de Paulo para esta igreja. Vemos aqui Paulo falando sobre alguns assuntos que dão mais clareza sobre o que ele falou nas duas cartas.

No capítulo 3 veremos:

  • Paulo pede que a igreja ore por eles (1 e 2)
  • Reforço para seguirem o que aprenderam (3 a 5)
  • Apartem-se dos irmãos desordeiros (6)
  • O exemplo de Paulo e da equipe (7a 9)
  • Trabalhem, não vivam de maneira desordenada (10 a 12)
  • Façam o bem, amem, mas corrijam quem não obedece (13 a 15)
  • Oração e saudação final (16 a 18)

Vou falar sobre alguns destes pontos.

O coração e exemplo de Paulo

Eu gosto muito da maneira como começa o capítulo:

“No demais, irmãos, rogai por nós, para que a palavra do Senhor tenha livre curso e seja glorificada, como também o é entre vós;”

2 Tessalonicenses 3:1

Veja que Paulo está pedindo que a aquela igreja ore por ele e sua equipe, tanto para que a Palavra seja rapidamente disseminada quando para que ela seja recebida da maneira de vida. No versículo 2 ele também pede que a igreja ore para que eles fossem livres das pessoas que lhes procurassem fazer mal.

Esta posição, de pedir que a igreja ore por eles é uma posição de humildade. Paulo admite que precisa de ajuda e que, uma forma de ajudar é através da oração.

A igreja precisa orar por sua liderança. As pessoas que ocupam cargos de liderança não são infalíveis e precisam de nosso apoio em oração. Isso é algo que aprendo ao longo da Palavra e, principalmente, olhando para a vida de Paulo.

Paulo também fala sobre sua conduta enquanto esteve com essa igreja: ele não viveu sustentado por eles. Pelo contrário, além de pregar a Palavra, cuidar da igreja e ser perseguido, ele continuou em seu ofício, para que, pelo seu próprio trabalho, pudesse obter o sustento.

Ele também afirma que até poderia usar de sua autoridade como apóstolo para pedir ajuda para a igreja e não precisar trabalhar. Porém entende que, naquela situação, o melhor era que ele trabalhasse e não fosse pesado para a igreja.

“Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós, nem, de graça, comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós; não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes.”

2 Tessalonicenses 3:7-9

Não podemos, a partir deste texto, criar nenhuma doutrina ou regra. Porém, o que aprendo com este texto é que precisamos sempre dar o nosso testemunho da maneira mais íntegra possível. Isso ajudou Paulo a exortar aquela igreja sem que parecesse estar falando de algo que não vivia.

A necessidade do trabalho

Paulo explica o que estava acontecendo na igreja no versículo 11:

“Porquanto ouvimos que alguns entre vós andam desordenadamente, não trabalhando, antes, fazendo coisas vãs.”

2 Tessalonicenses 3:11

Acontece que, provavelmente, por pensarem que Cristo voltaria logo, muitas pessoas estavam deixando de trabalhar, apenas esperando que Ele voltasse.

É por esse motivo que, nestas cartas aos Tessalonicenses, Paulo fala tantas vezes e tira tantas dúvidas sobre a volta de Cristo.

Então, a recomendação de Paulo para essa igreja é muito dura:

“E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem. Mas, se alguém não obedecer à nossa palavra por esta carta, notai o tal e não vos mistureis com ele, para que se envergonhe.”

2 Tessalonicenses 3:13-14

Paulo diz que eles não deveriam se misturar com a pessoa que não estivesse seguindo as orientações dele como, por exemplo, a de trabalhar para se sustentar. Segundo a carta, Paulo afirma que isso deveria acontecer para que a pessoa se sentisse envergonhada de suas atitudes.

Se pegarmos o versículo 14 isoladamente, é capaz que algumas pessoas criem uma regra a partir dele. Porém precisamos também considerar o contexto e o versículo seguinte:

“Todavia, não o tenhais como inimigo, mas admoestai-o como irmão.”

2 Tessalonicenses 3:15

Note que Paulo está pedindo que a igreja tratasse aquelas pessoas com amor, ensinando e cuidando. Paulo não está dizendo, no versículo 14, que a igreja deveria isolar aquela pessoa e não falar com ela nunca mais. Paulo estava dizendo que a igreja não deveria se associar com aquele comportamento, mostrar o comportamento correto, ensinar a pessoa em amor e, no caso de nada dar certo, aí sim a igreja deveria se afastar dela.

Devemos tomar muito cuidado com duas coisas aqui, que são regras importantes para a interpretação da Palavra:

  • Não podemos criar um entendimento ou doutrina a partir de um versículo isolado dos contextos
  • Precisamos entender o contexto histórico-cultural para que possamos aplicar o princípio ao nosso contexto cultural

Isso já nos ajuda bastante a entendermos um pouco mais da Palavra.

Oração final

Paulo fecha a sua carta com uma oração final:

“Ora, o mesmo Senhor da paz vos dê sempre paz de toda maneira. O Senhor seja com todos vós.”

2 Tessalonicenses 3:16

Para uma igreja atribulada, perseguida e cheia de dificuldades, Paulo pede que o Senhor lhes desse paz.

Essa é a nossa fé: crer naquilo que não vemos.

Para compreender melhor

Como tenho feito neste nosso estudo de 2 Tessalonicenses, vou deixar aqui duas tarefas para vocês:

  • Versículo para decorar: “Mas fiel é o Senhor, que vos confortará e guardará do maligno.” (2 Tessalonicenses 3:3)
  • Desafio do capítulo: Conte para nós, aqui nos comentários, qual foi o seu maior aprendizado com o livro de 2 Tessalonicenses.

Término do livro

Se você acompanhou o estudo completo de 2 Tessalonicenses, estudando cada capítulo conosco e fazendo as tarefas do “Para compreender melhor”, meus parabéns!!!

Certamente você está no caminho certo para crescer no entendimento e aplicação prática da Palavra na sua vida!

Esta carta do apóstolo Paulo nos ensinou sobre coisas importantes como: a volta de Cristo, o sofrimento da igreja perseguida e a importância do bom testemunho. Podemos aplicar muitas coisas em nossas vidas a partir do que aprendemos aqui.

Espero que você tenha gostado deste estudo tanto quanto eu gostei!

Paz.

Deixe um comentário