Destaque Mensagem

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor!

Nem todo o que me diz, Senhor, Senhor
André
Escrito por André

Nem todo o que me diz, Senhor, Senhor

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” (Mateus 7:21)

Quando nos casamos, normalmente, o fazemos por amor. Este amor que temos pelos nossos cônjuges, traz consigo uma série de compromissos e, estes compromissos, responsabilidades.

Por exemplo, não posso ficar 3 dias fora de casa sem dar satisfações para minha esposa do porquê o fiz e achar que está tudo normal. Não posso traí-la, não posso esconder nada, não posso mentir, não posso maltratá-la e mais uma série de coisas que estão implícitas no compromisso que tenho com ela. Um compromisso que existe, primeiramente, pelo amor que tenho por ela.

A mesma coisa com meus filhos, pais, irmãos ou qualquer outra pessoa que eu ame. Eu tenho um compromisso com estas pessoas. O amor, sendo uma decisão, traz juntamente com ele todo este pacote de responsabilidades implícitas.

Não seria então a mesma coisa com Deus? Como posso dizer que eu o amo se não assumo um compromisso, se não assumo minhas responsabilidades implícitas neste amor?

Como posso dizer que amo a Deus, se não leio Sua Palavra, se não oro, se não jejuo, se não amo meu próximo, se não levo Seu amor para outras pessoas, se não sou um exemplo de prática daquilo que Ele me ensina?

Não estou aqui julgando se você ama ou não a Deus, apenas pedindo que você reflita sobre isso.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário