Versículo

Versículo do dia – Não se misture

“tomaram de suas filhas para si por mulheres e deram as suas próprias aos filhos deles; e rendiam culto a seus deuses” (Juízes 3:6)

Em poucos capítulos do livro de Juízes podemos perceber como uma escolha errada nossa pode destruir todo um povo.

O que acontece é que, ao conquistar a terra de Canaã, o povo de Israel deveria expulsar todos os outros povos que lá habitavam. Esta era a terra prometida para eles, e não para outros povos. Algumas tribos de Israel resolvem não fazer isso, mas conviver com os outros povos que lá já habitavam.

Gerações depois, esta decisão se mostra falha. Os israelitas começam a permitir que suas filhas se casassem com outros povos, ficando sujeitas aos seus deuses e permitiram que seus filhos se casassem com mulheres de outros povos, também se associando aos seus deuses.

O que quero mostrar aqui é que o nosso envolvimento com o mundo deve ser sempre o mínimo possível. Muitas vezes nos envolvemos apenas um pouco hoje, mas amanhã vemos que já estamos atolados em pecados e afundados no mundo novamente. Uma simples decisão de uma interação um pouco maior com o mundo mostra, lá na frente, o quão errado podemos agir.

Estamos neste mundo, precisamos de alguma interação com as coisas deste mundo por conta de diversas circunstâncias, mas devemos sempre nos lembrar que somos cidadãos celestiais. Nosso papel então é amar as pessoas, trabalhar e fazer de tudo para que elas percebam o quão perdidas estão, mas sempre sem misturar-nos profundamente com o mundo.

Não posso e não quero criar regras do que podemos ou não fazer. Este texto é apenas um alerta, já dando há tanto tempo por Paulo: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.” (1 Coríntios 6:12)

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário