Versículo

Preciso ajudar os outros?

Casas pobres em via de palafitas
André
Escrito por André

“Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.” (1 Pedro 4:10)

É bem comum vermos, ao longo da Bíblia, a indicação de que devemos servir uns aos outros. Em Filipenses 2 lemos que devemos considerar os outros superiores a nós mesmos. Em Mateus, lemos que o amor ao próximo é um dos principais mandamentos.

Na primeira carta de Pedro, ele volta a falar sobre este assunto, nos lembrando que devemos servir aos outros com aquilo que recebemos. Me parece um tanto quanto óbvio, porém existe muita profundidade nesta colocação.

Reflito, lendo esta passagem, sobre algumas pessoas que não conseguem servir aos outros, pelo contrário, querem sempre ser servidas. Não conseguem ajudar financeiramente, não conseguem ajudar com seus esforços, não conseguem ajudar em oração, enfim, nada fazem, ou fazem muito pouco pelo próximo.

Isso estaria correto se elas não tivessem recebido nada pois, desta maneira, nada poderiam dar. Porém, é impossível que isso aconteça a um cristão. Todo cristão, por menor que seja seu tempo de conversão, já recebeu muito mais do que jamais poderá dar aos outros. O perdão e o amor de Deus, impagáveis por natureza, nos impelem a fazer o mesmo pelo nosso próximo.

Sabendo então que receberam algo de Deus, e teriam algo para despensar, se não o fazem, em minha opinião, trazem juízo sobre si mesmas. Todos se lembram da parábola dos talentos, não é mesmo?

Logo, o que quero dizer com tudo isso é que, precisamos tomar muito cuidado quando não estamos trabalhando em prol do nosso próximo. Passar um dia inteiro sem ajudar, sem orar por alguém, sem abençoar uma pessoa financeiramente, ou fazer algo do tipo, pode ser bem complicado, a menos que você não tenha recebido nada de Deus.

Pense nisso, reflita com paciência sobre o que falei e analise sua vida. Será que, hoje mesmo, não é necessária uma atitude para mudar algumas coisas?

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

2 Comentários

Deixe um comentário

Quer saber antes de todo mundo o que acontece no JC na Veia?
Assine nossa newsletter
Essa é uma lista exclusiva, poucas pessoas permanecem nela e oferecemos o melhor para nossos assinantes, conteúdo exclusivo e novidades em primeira mão.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
close-link