Você conhece Gerson Borges

Gerson Borges

[mks_dropcap style=”rounded” size=”52″ bg_color=”#dd3333″ txt_color=”#ffffff”]G[/mks_dropcap]erson Borges é um cantor e compositor carioca, nascido em 1969. Também é violonista, arranjador, pastor, escritor e professor. Estudou música na Escola de Música Vila-Lobos e Letras na UFF e na Fundação Santo André. Além disso é pós-graduado pela USP.

No total de sua carreira solo são nove álbuns lançados, o primeiro em 1991:

  • 1991: De Manhã
  • 1993: Estrangeiros
  • 1998: Povo de Deus, Povo Missionário – cânticos
  • 2002: Tua Presença vai me Transformar
  • 2005: A Volta do Filho Pródigo – O Musical
  • 2008: É de Coração – O Melhor de Gerson Borges
  • 2009: Nordestinamente
  • 2011: Ao Vivo no Som do Céu
  • 2014: Quero Aprender a Orar

Ele é declaradamente influenciado pela MPB, Bossa Nova e outros ritmos bem brasileiros. O álbum “A volta do filho pródigo – O musical” é um dos projetos de mais destaque já lançados pelo cantor, com ele Gerson Borges foi indicado em várias categorias do Troféu Talento em 2006. No álbum de 2009, “Nordestinamente”, ele traz uma pegada mais nordestina e é um trabalho que eu admiro muito.

Sei que sua música não vai agradar a todos os ouvidos, mas é um artista que merece ser conhecido, não só pela sua história, mas pela qualidade do que faz.

Como escritor, Gerson Borges tem dois livros lançados:

  • Ser evangélico sem deixar de ser brasileiro (Ed Ultimato)
  • Quero aprender a orar (Ed Palavra)

Em seu facebook você vai encontrar diversas postagens com suas apresentações e também opiniões, imagens, etc. Já no Tumblr ele faz posts mais sobre as vezes em que se apresenta. Lá no Twitter ele parece ser um pouco mais ativo, com falando sobre assuntos variados, indo de política à música.

Não se esqueça também de dar uma passada pelo canal dele no Youtube, tem muitas coisas legais.

E aí, já conhecia e gostava do Gerson Borges? Então compartilhe esse post!

Paz.

Você conhece Victor Pradella?

Victor Pradella

O que falar de Victor Pradella? Talvez que sua música nos conquiste nas primeiras notas? Que sua voz nos lembra uma bela tarde de primavera no interior, vendo o sol laranja se pondo vagarosamente? Que suas músicas, simples, profundas, para qualquer hora do dia, valem a pena cada segundo? Não sei.

Talvez eu pudesse falar tudo isso, mas vou falar que o álbum “Na casa da colina”, único trabalho dele até hoje, surgiu através de financiamento coletivo. Com uma meta de apenas R$ 19.540,00, numa campanha extremamente profissional, ele conseguiu superar sua meta, chegando em mais de R$ 23.000.

Fico muito feliz por saber que a comunidade tem dado o suporte necessário para artistas como ele, que faz um trabalho inesquecível, como você pode ver no vídeo acima.

Com apenas sete músicas, o álbum é cheio de paz, voz e violão. O destaque fica para “Aquela velha árvore”, música que eu não consigo parar de ouvir por nem um minuto.

Ahh, e se você desconfia de já tê-lo visto em algum lugar, é porque provavelmente já viu mesmo.

Se quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho dele, todos estes links são essenciais:

  • Página no catarse: Lá você pode entender bem melhor este projeto de financiamento coletivo;
  • Youtube: É um dos melhores perfis do Youtube que eu conheço, muitos vídeos legais, aulas de como tocar e muito mais;
  • Facebook: Como ele não tem uma fanpage, vai o perfil pessoal mesmo;
  • Spotify: Segue ele lá, é um favor que você vai se fazer.

E aí, gostou? Então comente aí e compartilhe o post!

Paz.