Música

3 dias com Brooke Fraser – 3º – Carreira musical cristã

A cantora, nascida em 1983, se converteu com 15 anos, e diz, para quem quiser ouvir, que Cristo mudou completamente sua vida:

Eu me tornei cristã quando tinha 15 anos, e isto mudou minha vida completamente. Não sou a mesma pessoa que era, da melhor maneira possível! É uma decisão diária, uma vida entregue a Cristo, e uma esperança e segurança inabaláveis.” – Brooke Fraser, Revista NZGirl, Abril de 2008

Em 2006, então com 23 anos, a cantora gravou seu primeiro CD com o Hillsong United, intitulado “United We Stand”, onde participou das músicas “None but Jesus” e “Revolution”. Participou também do álbum “Mighty to Save” (Hillsong), na música “None but Jesus”. Esteve ainda com o Hillsong United nos álbuns “All of the Above”, “The I Heart Revolution” e “Tear Down The Walls” e com o Hillsong nos álbuns “Saviour King”, “This is Our God” e “Faith+Hope+Love”.

Entre as músicas compostas pela cantora para o Hillsong e Hillsong United, estão Hosanna, Lead Me to The Cross, None but Jesus, Lord of Lords, You’ll Come, Desert Song e I Will Exalt You (onde a cantora já assina como Brooke Ligertwood). A mudança no nome da cantora, se deve, obviamente, pelo seu casamento com Scott Ligertwood, que também é músico do Hillsong United.

Sobre sua carreira na música cristã, a cantora diz o seguinte:

Eu suponho que diria que sou veementemente contra ser chamada uma Musicista Cristã no que se define como a indústria da música CCM (Contemporary Christian Music, ou “música cristã contemporânea”). E eu sei que muitas pessoas, particularmente pessoas que fazem músicas de adoração, se sentem da mesma maneira. Elas estão muito perturbadas com o que a CCM se tornou — o merchandising do gospel. Existem aqueles que estão abusando do nome de Jesus, fazendo dinheiro com o que é sagrado e transformando o templo num mercado. E ao mesmo tempo você tem que saber que existem aqueles que tem um coração sincero e que estão verdadeiramente fazendo o que Deus os chamou para fazer… Você não pode definir todos como farinha do mesmo saco. Então, minha posição é a de que me recuso a ser associada com uma parte desta indústria, mas, eu sou cristã? Absolutamente que sim — Sou cristã antes mesmo de ser musicista! Porém, como em todas as coisas que fazemos, devemos encarar nosso trabalho, qualquer que seja, com o desejo de ser direcionado pelo Espírito Santo… Que o labor de nossas mãos possa resultar em glorificar a Deus e avançar na grande carreira. Pode ser na música, ou numa empreiteira. Mas eu definitivamente compreendo que a música é uma ferramenta — que é um idioma celeste. Não existe música no inferno… a bíblia confirma isso… mas a música tem este potencial de sobrepor, ou transpassar o intelecto das pessoas e ir diretamente para a alma. Então, eu certamente reconheço a responsabilidade de fazer música e ser uma compositora que conhece Jesus e tem o Espírito Santo vivendo em mim.” – Brooke Fraser, AboutChristianMusic.com

Uma nota que saiu do tom: Neste tempo onde escrevi sobre Brooke Fraser, foram muitas entrevistas lidas, biografias, muita música foi ouvida, vídeos que foram vistos, análises do que era verdade e do que não era. Foi um trabalho intenso. Em meio a tudo isso, tentei fazer contato com a própria cantora, buscando uma entrevista ou apenas uma mensagem para nós brasileiros. Infelizmente a resposta que recebi de um de seus escritórios foi a de que Brooke, nos próximos 6 meses, está em processo de criação de seu próximo álbum e não dará nenhuma entrevista. Para quem conhece um pouco do trabalho da cantora, sabe que, quando ela está compondo, gosta de viajar e se isolar. Bem, valeu a tentativa. O que fica de bom de tudo isso é que, provavelmente no ano que vem, teremos mais um lançamento dela.

Mais detalhes da cantora:
Site oficial: www.brookefraser.com
Twitter: twitter.com/brookefraser
Myspace: www.myspace.com/brookefraser
Youtube: www.youtube.com/user/brookefrasertv?blend=1&ob=4

Abaixo, o vídeo da música “I Will Exalt You”, do álbum “Faith+Hope+Love”.


 
Paz.
 

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

12 Comentários

  • Caracaaaaa… velhoooo!
    Muito bom, parabéns pelo trabalho lindo dos 3 dias com Brooke Fraser, gostei muito desse 3º dia… obrigado por atender ao pedido…
    Muito lindo isso que Brooke disse sobre CCM, chega de transformamos a Fé em mercado! :D
    Somos instrumentos do Deus Vivo, em todo instante… de seu louvor!
    E se não for pedir muito, meu próximo pedido é 3 dias com Christa Black, se puder ser atendido seria bem legal… ^^ é bom saber sobre estes ministros e ministras que caminham com Deus em sua realidade, e expressam isso em suas músicas…
    obrigado. abração a todos da organização do JC… parabéns!

  • Amei quando ela se assumiu totalmente cristã e justificou que isso aconteceu antes dela se tornar uma musicista! Muito lindo. É raro ver uma banda rotulada cristã, realmente se asssumir cristã ! Gostei muito.

  • I S2 Brooke.. Ela é diferente dos outros cantores. Tem um estilo inigualável.. Não posso dizer que é a melhor, mas posso dizer que é diferente, ela é muito criativa, boa escritora, boa compositora, ótima musicista… E o melhor de tudo é que ela não se ensoberbesse em meio a fama!!! Ela é demais… Boa matéria!

  • eu acho que a b.fraser esta afastada dos caminhos de Deus, este último cd dela…”flags” mal fala de comunhão ou adoração a Deus!

    a música “Jack Kerouac” fala de um escritor (real) que na wikipédia era drogado…era e morreu, nao fala nada de conversão…

    na faixa “something in the water” num momento, ela pede vinho tinto!

    na música “coachela” ela declara os prazeres de um festival de música não cristão…

    sei que tlvz chova pedra agora em cima de mim, mas nao vejo mais espiritualidade nessa cantora brilhante que é Brooke Fraser…

    • Olá Dio.

      Creio que “chover pedras” é um termo um pouco forte, heheheeh. A Brooke Fraser é uma cantora cristã que, como abordado em nossa série sobre ela, tem uma carreira secular, onde não fala de Deus em seus cds. A carreira dentro do meio cristão dela é com o Hillsong e o Hillsong United.

      Ela não é a única e nem a primeira a fazer isso, aqui no Brasil mesmo temos a banda Tanlan, que tem apenas integrantes cristãos, mas que não fazem música gospel.

      Agora, se você se sentiu incomodado com o cd ou não gostou do seu conteúdo, aconselho que não o ouça. Eu ouvi algumas músicas e gostei, não achei nada demais. Isso não significa que eu compraria, que fique bem claro, afinal, nem me interessei em ouvir o cd todo.

      Paz.

  • oi brother, mas uma carreira secular justifica pedir vinho (acho que nao devo lembrar que isso é bebida alcolica) na letra da música?

    justifica cantar sobre alguem que segundo a wikipédia:

    “O uso de drogas era comum entre Jack Kerouac e seus amigos. Sobre o assunto, o amigo Allen Ginsberg comentou que “Começamos a experimentar benzedrina e anestésicos. Eu pensava que não poderia escrever porque minha mente ficava confusa, mas Jack sentia que podia escrever romances usando isso.”

    Só lembrando que a bíblia diz que nao podemos servir a dois senhores…

    na boa, (e na paz ehehe) mas eu acho isso tudo muito contraditório, hoje eu canto a belíssima música “shadowfeet” e amanhã canto “jack kerouac”…

    • Diógenes, eu concordo com você, sinceramente.

      Porém, é o que disse, se você não concorda com o que ela está cantando no álbum Flags, realmente não deve ouvir. Mas também não creio que o caminho seja o de criticar ou julgar quem ouve.

      Você está fazendo um ótimo trabalho divulgando este tipo de informação. Eu mesmo não parei para prestar atenção com calma nas letras, como disse, nem ouvi todas as músicas.

      O que você acha de escrever uma resenha falando justamente sobre isso, daí a gente publica aqui no blog? Pode ser?

      Paz.

  • uma resenha?
    bem brother pode ser…

    você me dá um tempinho então e eu mando por aqui msmo…

    se você me chamou de Diógenes, ja deve lembrar quem eu sou né?

    até mais

  • Se é cristã não concordo que ainda grave cd ou musica secular, não tem justificativa se foi isso mesmo ela esta se corrompendo com o mundo, e sem essa de que é um trabalho profissional, deixa o sucesso e essa justificativa e se renda aos pes do SENHOR, pois não concordo assim como falamos para varias pessoas deixar algum tipo de atividade dizendo que DEUS tem o melhor, e assim diz em SUA palavra ADORARAS AO SENHOR TEU DEUS DE TODAS AS TUAS FORÇAS DE TODO O TEU CORAÇÃO E DE TODO O TEU ENTENDIMENTO, POR ISSO NÃO APROVO.

Deixe um comentário