Mensagem

Fale verdades

Fale verdades
André
Escrito por André

Se você já conheceu uma pessoa influente, provavelmente viu que essa pessoa estava cercada de pessoas, que estava cheio de amigos por perto, amigos ligando, enviando mensagens por celular, essa pessoa parecia ser muito amada.

Mas se você já viu alguém que era influente e perdeu a influência, verá que essa pessoa não tem mais tantos amigos chegados, não tem mais tanto amparo no ombro de pessoas, porque as pessoas olhavam antes para sua influência e não para o que aquela pessoa era.

Como se distingue um verdadeiro amigo? Como saber se aquela pessoa realmente nos ama e não quer somente estar próximo de nossas bênçãos financeiras ou não quer estar somente perto para tirar uma “lasca” de nosso sucesso?

Essa pergunta tem perturbado corações de sábios por muitos séculos, centenas de anos antes de Cristo o sábio Salomão já discorria sobre o assunto, comparando o sábio ao louco, e falando das amizades de cada um, dizendo que quem tem muitos amigos sai perdendo, mas existe o amigo mais chegado que um irmão.

Mas no final das contas como podemos ver se algum amigo é sincero? Como podemos ver se algum amigo se importa realmente conosco? Como podemos saber se as intenções daqueles amigos serão boas para nós?

Os que fazem tanto esforço para agradá-los não agem bem, mas querem isolá-los a fim de que vocês também mostrem zelo por eles.” (Gálatas 4:17)

Paulo aqui estava escrevendo à igreja da Galácia, dizendo de algumas coisas erradas que eles vinham fazendo, eles estavam se esquecendo da graça de Jesus e vivendo segundo a lei dos judeus, estavam preocupados com a circuncisão, estavam preocupados com o preservar das datas de festas e outros ritos, particulares aos judeus, que os que seguem a Cristo não precisavam seguir.

Então Paulo lhes advertiu sobre os perigos que isso tinha, porque se você segue a Lei, então você é escravo da Lei e ninguém se salva pela Lei, mas somente por Cristo, aquele, o único que cumpriu a Lei totalmente.

Mas existia um problema que atrapalhava Paulo em seu ensino, um problema que ele expressa bem nesse versículo citado acima, existiam os “amigos” dos gálatas e esses amigos dos gálatas não os estavam ajudando a se desenvolver na fé, pelo contrário, os estavam impedindo, dizendo que tudo o que faziam estava certo.

Já viu aquela criança que é respondona, malcriada e gritona que atrapalha todas as pessoas do lugar onde está, deita no chão e começa a bater as mãos no chão gritando e chorando? Já viu quando os pais chegam para ela, nessa posição e dizem “que bonitinha, não dá pra resistir essa criança”?

O que esses pais estão fazendo? Estão DESTRUINDO a educação da criança, ao não corrigir a criança quando ela erra e ainda dizer que ela é bonitinha ou agradá-la em seu erro, os pais somente estimulam essa criança a continuar fazendo as coisas erradas que sempre vêem fazendo.

Quando nós estamos na igreja, na Casa de Deus e fazemos algo errado e nossos líderes, nossos irmãos, nossos “amigos” vêem isso e ao invés de nos corrigir e exortar eles nos agradam em nosso erro, eles estão, da mesma maneira que os pais da criança malcriada, destruindo a nossa educação cristã, estão nos afastando de Deus e trazendo para eles próprios a condenação, pois deles será cobrada a nossa salvação.

Era isso que ocorria na igreja da Galácia, os gálatas eram inexperientes na Palavra e no servir a Deus e alguns chegavam e agradavam eles em tudo, não corrigindo o erro deles, somente para conseguir serem amigos dos gálatas.

Meu irmão, esse tipo de amizade, não vale nada!

Lembra do que primeiro dissemos sobre os amigos de uma pessoa influente? Era isso que as pessoas da Galácia buscavam na igreja local, eles viam que os membros da igreja eram amáveis, bons, amorosos, tinham comunhão e queriam participar disso, queriam tirar uma “lasquinha” desse amor, não queriam se tornar cristãos, não queriam ter parte com Cristo, mas somente queriam tirar um pouco de proveito dessa igreja nascente.

Mas, ao fazer isso eles somente estavam destruindo a comunhão, o amor e o fervor da igreja, confundindo a cabeça dos membros da igreja.

Hoje muitos de nós temos passado pelas mesmas coisas em nossas igrejas, temos visto erros, temos visto coisas que não concordamos segundo a Palavra, temos visto o irmão do banco ou mesmo um primo nosso, um amigo nosso, que servia a Cristo conosco, se perder em seus pecados e estamos “DEIXANDO PARA LÀ”.

Amado, você está sendo um péssimo amigo e uma pedra de tropeço na vida do seu irmão, quando você não diz a ele a verdade sobre seus atos e deixa com que ele se afunde no pecado.

Não é certo sermos amigos que somente falem coisas boas, que somente tentem agradar, não! Temos que falar o que é certo, pois nós, que estamos firmes, temos que ser alicerce para os que estão fracos.

Não podemos continuar deixando com que pessoas se percam e saiam do nosso meio sem que ouçam palavras de vida, sem que ouçam a vontade de Deus, sem que ouçam Deus falar com elas através de nós! Não podemos negligenciar o ministério da Palavra que está em nossas mãos, não podemos deixar que mais vidas se percam por preguiça ou porque somente buscamos “não perder amigos”.

Temos que ter amigos, sim, mas temos que zelar pela salvação de nossos amigos! Temos que falar a verdade e não somente coisas para agradá-los.

Tenha consciência que você é responsável pela salvação de seus amigos, fale verdades para seus amigos, não somente palavras para agradá-los.

Que Deus o abençoe!

Extraído do site pequenomestre.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário