Estudo de Provérbios 23

Neste capítulo continuamos analisando o que classificamos como “os ditos dos sábios”. Este capítulo tem uma estrutura muito interessante.

Na minha leitura inicial o destaque tinha ficado sobre a maneira como o autor repudia os excessos, principalmente do álcool. Porém, li mais algumas vezes e percebi algo muito interessante: este capítulo pode se dividir entre os “nãos” e os “sins” dos sábios.

Veja, apenas por exemplo, os seguintes versículos:

“Não cobices as suas iguarias porque são comidas enganosas.”

Provérbios 23:3

ou

“Não te fatigues para enriqueceres; e não apliques nisso a tua sabedoria.”

Provérbios 23:4

Note que estes dois versículos contém alguns dos “nãos” deste capítulo. Em resumo, podemos ver os seguintes “nãos”:

  • Não cobices as iguarias (versículos 1-3)
  • Não te fatigues para enriquecer (4-5)
  • Não fales ao ouvido do tolo (9)
  • Não pratique injustiça (10-11)
  • Não inveje os pecadores (17-18)
  • Não estejas entre os beberrões de vinho (19-21)
  • Não se dê à luxúria (27-28)

Já entre os “sins” que encontramos neste capítulo, começamos com a advertência de aplicarmos o nosso coração à instrução e ao conhecimento:

“Aplica o teu coração à instrução e os teus ouvidos às palavras do conhecimento.”

Provérbios 23:12

Depois vemos o pedido de ouvir aos pais:

“Ouve teu pai, que te gerou, e não desprezes tua mãe, quando vier a envelhecer.”

Provérbios 23:22

Por fim, o último “sim” deste capítulo é, na minha opinião, o versículo chave deste capítulo:

“Compra a verdade, e não a vendas; e também a sabedoria, a instrução e o entendimento.”

Provérbios 23:23

Ao fazer esse olhar de recomendações do que devemos e do que não devemos fazer, o que me parece é que a Palavra nos diz o seguinte: não perca tempo com o pecado, não perca tempo com o que é passageiro, invista tudo o que você tem na verdade que é eterna.

Isso me trouxe à memória algumas parábolas de Cristo, como a do tesouro escondido:

“Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo.”

Mateus 13:44

Ao encontrarmos a verdade de Cristo, todo o resto fica para trás. Na minh aopinião, é a mesma coisa que o capítulo 23 de provérbios está nos ensinando: podemos passar a nossa vida nos prazeres do mundo, na glutonaria, luxúria, ganância e bebedices. Ou podemos investir a nossa vida na verdade, no conhecimento, na instrução e na sabedoria. Para ter uma, temos que deixar a outra para trás.

Note que no verso 23, João Ferreira de Almeida e outros tradutores mais famosos, escolheram traduzir a palavra “qanah“, como “compra”. O que, na minha opinião é muito sábio, pois a compra exige que se dê algo em troca. A compra não é algo onde você vai e simplesmente pega o objeto de desejo, existe um preço a se pagar. Nesse caso, o preço a se pagar é, nas palavras de Cristo, “vender tudo quanto temos”.

Nesse contexto, algumas pessoas vivem como o jovem rico, para quem Cristo disse a mesma coisa:

“…Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.”

Mateus 19:21

Querem seguir a Cristo, mas querem manter aquilo que não temos como manter. Parece-me, na minha leitura e interpretação da Palavra, que não temos como manter algumas coisas em nossas vidas se queremos ter a Cristo.

Sinceramente não acredito que, hoje em dia, Jesus vá nos pedir para vendermos nossa casa, nossos móveis ou o que tivermos. Não é sobre este ponto que estou falando, espero que entenda, estu falando sobre aquelas coisas que, assim como colocadas pelos sábios em Provérbios 23, concorrem com a verdade.

O que devemos ter em mente é: se Cristo me pedir para entregar isso (seja lá o que “isso” for para você), eu estou disposto ou disposta a entregar?

Logo, a grande reflexão que este capítulo me traz é: onde tenho perdido o meu tempo? O que não estou querendo deixar para trás para comprar a verdade, a sabedoria, a instrução e o entendimento? Eu estou investindo da maneira necessária nessas coisas?

Paz.

Faça parte de nossa comunidade no Telegram e receba conteúdo exclusivo antes de todo mundo!

10 comentários em “Estudo de Provérbios 23”

  1. Paz do Senhor Jesus, quero lhe agradecer por cada estudo feito do livro de provérbios, tenho aprendido muito com você e com a direção do espírito santo, Que Deus venha lhe abençoar e continue te usando como instrumento da obra Dele.

    Responder
  2. Esses estudos tem feito parte das minhas manhãs, obrigada, que o SENHOR Deus continue abençoando poderosamente a sua vida!!!🙌🏻🙏🏻

    Responder
  3. Glória a Deus por esse estudo, acabei de ler e o Senhor falou fortemente comigo!!
    Que Deus abençoe 🙌

    Responder

Deixe um comentário