Mensagem

Ande perto da lâmpada

Pequenos momentos de nossas vidas trazem grandes lições. Ontem vivi um desses momentos ao chegar da faculdade em casa. Subindo pela rampa onde tenho acesso ao meu prédio, pude notar as lâmpadas nas laterais – aquelas que são presas na lateral da parede – e notei como eram grandes as projeções da minha sombra na parede, tão grandes que eu com minhas mão não as alcançaria, tão grandes que ocupavam quase metade do prédio.

Notei também algo estranhamente bonito, como eu estava andando pela esquerda, bem próximo às lâmpadas da esquerda, minha sombra à direita ficava imensa. No entanto, como estava longe da parede direita e de suas lâmpadas, minha sombra projetada do lado esquerdo ficava pequena.

Quando Jesus estava conversando com Nicodemos, Ele usou diversas expressões simbólicas que muitas vezes são difíceis de se entender, mas uma delas é bem explicada por essa situação.

“Mas quem pratica a verdade vem para a luz, para que se veja claramente que as suas obras são realizadas por intermédio de Deus”. (João 3:21)

Nós amamos a Cristo, com todo o nosso coração e toda a nossa força e por isso queremos estar perto dEle. E a Palavra nos diz que Jesus é a luz do mundo e quem o segue nunca andará em trevas. Aqui está a beleza desse texto. Quando Jesus nos fala que as obras daqueles que vão para a luz seriam manifestas, não entendemos muito bem o sentido e dimensão disso.

Se nos aproximamos de Cristo, assim como eu me aproximei das lâmpadas em meu condomínio, maior será a projeção de nossas sombras sobre o mundo, maior será o impacto de nossas obras no mundo. Nós não mudaremos de tamanho, continuaremos insignificantes, mas como nossa luz brilha forte, como Cristo, a Luz do mundo, brilha forte com sua pureza e Santidade, então Ele faz com que nossas obras pareçam grandiosas ao mundo.

Entendam-me bem, isso não significa que nossas obras são melhores e por isso aparecem. Aqui muitas pessoas se confundem e caem no erro de falaram que existem obras boas vindas de homens. Jesus fala no texto que antecede sobre dois tipos de homens, os que amam as trevas e não a luz – aqueles que tem más obras – e aqueles que praticam a verdade.

Mas lendo essas palavras de Jesus ficamos com essa dúvida, porque se somos pecadores, se todos nós somos pecadores, como podemos praticar a verdade? O próprio João afirma em sua primeira carta que quem diz não estar em pecado é mentiroso!

Mas Jesus nos diz que nos aproximamos da luz para que vejam que as obras daqueles que praticam a verdade são praticadas por intermédio de Deus. Em outra versão ainda diz que as obras são feitas em Deus.

Nós temos uma enorme preocupação de estarmos servindo corretamente a Cristo, nos preocupamos se estamos trilhando o caminho certo, mas hoje, da forma com que Deus tocou meu coração, quero lhes tranquilizar.

E quero lhe tranquilizar dizendo para você se aproximar de Cristo. Ele é que fará com que suas obras sejam verdadeiras e belas, será Ele que fará com que você faça a diferença no mundo, porque no momento em que você se encostar nEle, no momento que você estiver perto dEle, perto do poder de sua Luz (Deus Pai), perto do calor de sua Luz (Espírito Santo) e perto da própria Luz que veio ao mundo (Jesus), então suas obras farão a diferença no mundo, então suas obras serão verdadeiras, como Ele disse que seriam.

Mas se você se afastar de Cristo, se tentar iluminar ao mundo por si mesmo – você que não tem luz alguma e por natureza odeia a luz – então suas obras serão más e o mal acaba por ser esquecido quando comparado ao que é bom. Ninguém quer se lembrar dos vilões, mas sim dos que praticam a justiça, dos heróis.

Por isso, ande bem perto da lâmpada, ande bem próximo à Luz que é Cristo e assim você brilhará com o brilho dEle e suas obras serão manifestas em lugares que com suas próprias mãos você não alcançaria, lugares quase tão grandes quanto o mundo em que vivemos.

Que Deus o abençoe!

Autor Silas Klein em seu blog.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário