Bíblia sobre a mesa de madeira

Estudo de Romanos 5

Romanos 5 é um capítulo crucial no Novo Testamento, que mergulha no coração da fé cristã. O Apóstolo Paulo, o autor de Romanos, explica como, através da fé em Jesus Cristo, somos justificados diante de Deus e recebemos o dom da vida eterna.

Este capítulo é rico em conceitos e ideias teológicas, e é essencial entender sua mensagem para obter uma compreensão mais profunda da fé cristã. Enquanto a interpretação tradicional do capítulo enfatiza a fé e a graça, há diferentes perspectivas que oferecem uma compreensão diferente de sua mensagem.

Um dos temas centrais em Romanos 5 é a ideia da justificação pela fé. Paulo deixa claro que não podemos ganhar a salvação através de nossos próprios esforços ou boas obras. Em vez disso, somos justificados diante de Deus, exclusivamente através da fé em Jesus Cristo. Essa fé não é algo que podemos alcançar por conta própria, mas é um dom de Deus dado a nós através da graça. Como Paulo afirma em Romanos 5:1, “Portanto, tendo sido justificados pela fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”.

Outro conceito importante em Romanos 5 é a ideia de perseverança. Paulo nos lembra que, assim como fomos salvos pela graça através da fé, também devemos perseverar na fé para manter a nossa salvação. Isso significa que devemos continuar confiando em Jesus e contando com sua graça, mesmo quando os tempos são difíceis. Romanos 5:3-4 afirma: “Não somente isso, mas também nos gloriamos em nossas aflições, sabendo que a aflição produz perseverança; perseverança, caráter; e caráter, esperança”.

No entanto, uma perspectiva diferente argumenta que Romanos 5 é principalmente sobre o poder do amor de Deus em superar o pecado e a morte. Paulo enfatiza que, assim como a desobediência de Adão resultou no pecado e na morte de todas as pessoas, a obediência e o sacrifício de Jesus resultou na justiça e na vida para todos que acreditam. Essa perspectiva enfatiza a ideia do amor e da graça de Deus como a base da salvação.

Romanos 5 é um capítulo complexo e profundo do Novo Testamento que oferece uma riqueza de ideias sobre a fé cristã. Enquanto a interpretação tradicional enfatiza a fé e a graça, diferentes perspectivas, como o poder do amor de Deus, a universalidade do pecado e da morte, fornecem uma compreensão diferente de sua mensagem. É importante reservar um tempo para estudar e entender este capítulo e permitir que ele aprofunde nossa compreensão da fé cristã.

O capítulo traz os seguintes assuntos:

  • Paz com Deus (1 e 2)
  • A nossa esperança (3 a 5)
  • Cristo nos reconciliou (6 a 11)
  • A morte de Cristo justifica a todos os que o recebem (12 a 19)
  • A graça superabundante (20 e 21)

Veremos alguns destes pontos em detalhe.

Vídeo do estudo

Paz com Deus

Paulo abre esta parte da carta falando sobre como através da fé somos justificados e, por isso, passamos a ter paz com Deus. Esse trecho fala sobre como somos reconciliados com Deus através da justificação pela fé:

“Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo; pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.”

Romanos 5:1,2

Veja, estávamos separados de Deus por conta do pecado de Adão. Paulo mesmo fala sobre isso neste capítulo quando afirma:

“Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram.”

Romanos 5:12

Quando Cristo morre, ele restaura a nossa conexão com Deus, permitindo que, através da fé, nós fôssemos justificados, ou seja, nos tornando justos novamente diante do Senhor. Nós, que estávamos separados de Deus, na morte de Cristo, através da fé, somos justificados e passamos a ter acesso ao Senhor novamente:

“Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.”

Romanos 5:18

A morte de Cristo na cruz pagou o preço de todos os nossos pecados. Essa redenção em Cristo é muito maior do que a ofensa cometida por Adão.

Entender essa sequência de versículos é fundamental não só para a nossa fé, mas para uma compreensão mais profunda sobre o que significa sermos justificados pela fé.

Cristo nos reconciliou

Ao falar sobre a reconciliação, Paulo afirma:

“Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.”

Romanos 5:8

Essa verdade reforça que nós não somos merecedores, que a obra de Cristo na cruz se deu pela graça. Nós éramos pecadores e Cristo morreu por nós, nós estávamos afastados de Deus, fazendo apenas aquilo que desagrada ao Senhor e, mesmo assim, Cristo morre por nós.

Quando refletimos nessa verdade, percebemos o tamanho do amor de Deus por nós. A primeira carta de João nos ensina isso de maneira profunda:

“Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.”

1 João 4:10

A morte de Cristo, que nos reconcilia com o Senhor, é o maior ato de amor que podemos experimentar.

A nossa esperança

Paulo também argumenta sobre como as tribulações aumentam a nossa esperança:

“E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência; e a paciência, a experiência; e a experiência, a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi dado.”

Romanos 5:3-5

Ao passarmos por tribulações, a nossa fé é fortalecida, pois entendemos que Deus está sempre ao nosso lado e nos livra de todo o mal. Paulo não está argumentando que as tribulações são boas, mas que elas nos aperfeiçoam, nos transformam em cristãos mais maduros.

Ele podia falar muito sobre o assunto, uma vez que ele mesmo passou por diversos problemas, perseguições, tentativas de assassinato e muitas outras tribulações. Mesmo diante de tudo isso, sua fé não enfraqueceu.

O exemplo mais intenso que temos aqui é o de Jó que, mesmo diante de todos os problemas e dificuldades, declarou:

“Mas ele lhe disse: Como fala qualquer doida, assim falas tu; receberemos o bem de Deus e não receberíamos o mal? Em tudo isto não pecou Jó com os seus lábios.”

Jó 2:10

Jó sabia que tudo provém de Deus e que Ele é aquele que nos guarda em todo o tempo, tanto nos momentos bons, quanto nos ruins. As tribulações pelas quais Jó passou apenas o fizeram mais forte.

A graça

Neste capítulo Paulo ainda fala sobre como a graça é superior à lei e à ofensa do pecado:

“Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça;”

Romanos 5:20

A lei veio para que o pecado ficasse evidente, para que todos reconhecessem o quão distante estavam de Deus. Além disso, entender a nossa relação com a lei nos faz ver como a graça é maior que a lei. Se eu transgredi a lei tantas e tantas vezes, somente sendo maior que a lei, é que a graça poderia me atingir de maneira tão profunda.

A graça sempre será maior que o pecado para aqueles que abraçam a fé no Senhor. Isso, todavia, não deve nos levar ao pecado, mas justamente ao afastamento dele, reconhecendo o amor e a bondade do Senhor.

Paulo vai falar mais sobre isso no capítulo 6.


Comments

7 respostas para “Estudo de Romanos 5”

  1. Avatar de Gleyce Cristina de castro pereira Rodrigues
    Gleyce Cristina de castro pereira Rodrigues

    Quero aprender mas sobre a bíblia

    1. Olá Gleyce, graça e paz! Inscreva-se em nosso canal do Youtube, ative o sininho e faça nossos estudos de livros da bíblia!

  2. Avatar de Kleyce
    Kleyce

    a paz do senhor! gostei bem explicativo e fácil de ter um entendimento.

    1. Glória a Deus!

  3. Avatar de ROSANGELA APARECIDA DE PAULA
    ROSANGELA APARECIDA DE PAULA

    Gostei muito…estamos estudando Romanos em meu grupo de oração , e sua explicação me foi muito util…obrigada

    1. Muito Boa essa Palavra. Maravilha de Deus

      1. Glória a Deus!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *