Para compartilhar

Os 10 melhores versículos sobre obediência

Os melhores versículos sobre unidade
André
Escrito por André

Hoje trago para vocês os melhores versículos sobre obediência. Como sempre, esta é uma lista aberta a sugestões e todos os versículos sobre obediência que vocês lembrarem será avaliado e, muito provavelmente, incluído na lista. Nosso objetivo é, em conjunto com nossos leitores, criar a melhor lista de versículos sobre obediência.

Estes versículos sobre obediência que listamos podem ser usados para um estudo mais profundo do assunto, montar uma ministração ou te ajudar em aulas das escolas bíblicas.

Versículos sobre obediência

Começamos nossa lista de versículos sobre obediência lembrando que não devemos ser apenas ouvintes da Palavra, mas também cumpridores. Entender o mandamento e não obedecê-lo é um erro:

“E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos.” (Tiago 1:22)

Não é apenas nossa obrigação, como esse é o desejo de Deus:

“Quem dera que eles tivessem tal coração que me temessem, e guardassem todos os meus mandamentos todos os dias, para que bem lhes fosse a eles e a seus filhos para sempre.” (Deuteronômio 5:29)

O profeta Samuel também nos lembra do mesmo princípio: Deus anseia para que o Seu povo seja obediente e cumpra as suas ordenanças:

“Porém Samuel disse: Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.” (1 Samuel 15:22)

Não distante disso, Jesus nos ensina que o ato de obedecermos a Deus é um ato de amor, não apenas de submissão:

“Se me amais, guardai os meus mandamentos.” (João 14:15)

“Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados.” (1 João 5:3)

E também que, se não obedecemos, não O temos como Senhor. Por isso em outra passagem Jesus diz que muitos vão dizer que o conhecem, mas não serão conhecidos por Ele:

“E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?” (Lucas 6:46)

Os apóstolos aprenderam isso e puderam absorver essa verdade, inclusive ensinando aos outros:

“Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.” (Atos 5:29)

Sendo assim, não podemos ter dúvidas: a obediência a Deus e à Sua Palavra é um estilo de vida, onde não se abre oportunidade para outra escolha.

“Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.” (Mateus 5:19)

Sabendo que somos limitados, precisamos pedir que Deus coloque em nossos corações esse entendimento e nos ensine a fazer a Sua vontade. Assim, muito mais do que algo que aprendemos, passamos a encarar a obediência como indispensável:

“Ensina-me a fazer a tua vontade, pois és o meu Deus. O teu Espírito é bom; guie-me por terra plana.” (Salmos 143:10)

Obedecer a Deus é uma mudança de vida, uma etapa no processo de conversão:

“Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;” (1 Pedro 1:14,15)

Para concluir, a obediência é algo que não pode ser negociada. Não podemos contar uma mentira pequena ou não avisar sobre um troco que recebemos errado, se o fazemos, estamos desobedecendo a Deus. Precisamos ser obedientes em todas as áreas de nossas vidas, em todo o tempo, sem questionar.

Lembro-me de uma vez que obedeci a Deus, mesmo desagradando muitas pessoas, apesar de difícil foi muito proveitoso e minha melhor decisão. Também lembro-me de outras tantas vezes onde desobedeci a Deus para agradar as pessoas. Dessas vezes, o tempo me provou que fiz a escolha errada.

A reflexão de hoje é justamente essa: você tem obedecido a Deus, por mais difícil que isso seja? Ou tem preferido agradar a sua carne?

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

11 Comentários

  • Olá, gostei bem produtivo. Devemos ser obedientes nas pequenas e grandes atitudes, seja em casa ou em outros lugares.

    • Olá Rosângela, obrigado pelo comentário.

      Concordo com você, devemos ser obedientes em todas as coisas, em todos os momentos.

      Deus abençoe sua vida.

    • Olá Élide Crisp, obrigado pelo comentário.

      Mesmo que as pessoas nos odeiem, devemos continuar amando-as e levando toda forma de amor para elas. Uma das formas de amá-las é falar de Cristo para elas.

      Deus abençoe sua vida.

  • olá bom dia! gostaria de saber,vivo com uma pessoa do mesmo sexo e gostaria de saber eu posso aceitar a Jesus e continuar vivendo com ele,mas não praticando os mesmos atos que si que é pecado diante dos olhos de Deus

    • Olá Jairo, obrigado pelo comentário.

      É uma pergunta muito delicada e que não tem uma resposta fácil. Independentemente de opção sexual, duas pessoas que se desejam sexualmente e não podem satisfazer seus desejos podem passar por dificuldades mais sérias ao morarem juntas. Pense num casal heterossexual que não é casado mas se ama e mora junto: as tentações serão maiores do que se cada um morasse na sua casa, concorda?

      Agora, isso é APENAS uma opinião minha, não quero e não posso criar nenhuma regra. Eu creio que quando aceitamos Jesus como nosso Senhor e salvador, o Espírito Santo passa a guiar nossos passos e nos conduzir no caminho da santificação. Deixe o Espírito Santo falar com você, guarde seu coração e fuja da aparência do mal.

      Paz.

      • pois a bíblia diz que um casal deve ser composto de marido e mulher e se você acha que sou radical em tão eu te falo que Jesus ao ver comerciantes a porta da igreja quebrou as bancadas e as jogou .

        Sinto muito más a palavra de Deus é justa para todos

        • Felipe, obrigado pelo comentário.

          Porém vale fazer uma leitura mais calma do comentário do nosso amigo Jairo. Note que ele está disposto a abandonar a vida de pecados. Com quem ele vai morar, na minha opinião, é uma decisão dele. Caso contrário, dois amigos de faculdade não poderiam morar juntos, duas amigas que dividem um apto perto do trabalho estariam em pecado.

          Parece-me que você fez uma leitura superficial do comentário de outra pessoa e reagiu com uma verdade que se aplica a outros casos. Sugiro que você tome mais cuidado da próxima vez.

          Paz.

Deixe um comentário