Mensagem para o aflito e oprimido

“Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima.” (Tiago 5:8)

Conversava ontem com minha esposa sobre pessoas que não aceitam que a vida é dura, que teremos problemas e não serão poucos. Algumas pessoas são assim, não conseguem encarar o fato de que teremos tempos difíceis, muitos tempos difíceis e poucos tempos muito difíceis. A vida é assim.

Continuar lendo

Quem sou eu?

“Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa.” (Tiago 4:14)

Por algum motivo as pessoas precisam, cada dia mais, mostrar o seu valor, mostrar que merecem, que são importantes. Esta é a origem de tantas brigas que vemos por aí, são pessoas disputando se tem ou não valor, razão, se são mais que as outras, mais bonitas, mais magras, mais ricas, mais pobres, mais entendidas, e a lista continua…

Continuar lendo

Sabedoria e obras 

“Quem entre vós é sábio e inteligente? Mostre em mansidão de sabedoria, mediante condigno proceder, as suas obras.” (Tiago 3:13)

Existem alguns assuntos que são vistos com certa frequência na Palavra. Um deles é o de que aquilo que cremos e o conhecimento que temos deve ser demonstrado na prática, de que nossa fé deve gerar obras e assim por diante.

Continuar lendo

O contraste entre Deus e o mundo

“A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento.” (Tiago 3:17)

Tiago passa boa parte dos capítulos 3 e 4 afirmando que o estilo de vida do mundo não produz nada de bom. Seja a “sabedoria” do mundo, mais conhecida entre nós como malandragem, os sentimentos ou ações comuns. 

Continuar lendo

O que é uma boa pessoa?

“Um só é Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e fazer perecer; tu, porém, quem és, que julgas o próximo?” (Tiago 4:12)

O conceito geral de uma pessoa “boa” é muito vago. Alguns acreditam que aquele que ajuda o necessitado é “bom”, outros acreditam que as pessoas “boas” são aquelas que não se envolvem em confusões, ou que são trabalhadoras, alguns acreditam que “bons” são os que não tem vícios. Não existe uma definição clara sobre o que as pessoas consideram “bom”.

Continuar lendo