Versículo

Versículo do dia

Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos” (João 8:31)

Esta passagem em João pode ser complicada de se entender se não conhecermos um pouco da história de Abraão.

Abraão foi considerado o pai dos judeus. Foi ele quem Deus levou para a terra que hoje é Israel. E, através de Abraão e sua linhagem, Deus prometeu abençoar ou amaldiçoar todas as nações. Abraão é um dos homens mais admirados de toda a história dos judeus.

Então, não é de se espantar que os líderes judeus não gostaram quando Jesus disse: “Se fossem filhos de Abraão, fariam as obras de Abraão.” (veja João 8:39-41). Por que isso seria verdade? Porque Abraão amou a Deus e viveu conforme os mandamentos de Deus, e Jesus foi Deus em sua forma humana.

Mas, odiando Jesus, estes líderes mostraram que não amavam a Deus. Eles apenas amavam o fato de serem um povo especial.

Mas os judeus ouviram uma lição importante naquele dia: Seu parentesco não define sua eternidade. Ninguém entra no reino dos céus por causa de seu parentesco nem é excluído dele pelo mesmo motivo.

Cada um deve fazer sua decisão no que se refere a Cristo. Não importa se você vêm de uma longa linhagem de cristãos ou de qualquer tipo de pessoa, a regra é a mesma. Todos são iguais.

Com base no texto do site notreligion.com.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário